Skip links

Conheça os principais tipos de CRM do mercado

Customer Relationship Management (CRM) pode ser compreendida como uma estratégia empresarial cujo foco é melhorar o relacionamento com os clientes. Para isso, é necessário contar com uma ferramenta capaz de armazenar e analisar as informações de sua base de dados.

O desafio das organizações está em conhecer os diversos tipos de CRM disponíveis no mercado e com isso fazer a escolha mais acertada para a sua realidade. Para ajudá-lo nessa tarefa, confira o nosso post e aprenda mais sobre as principais ferramentas utilizadas pelas empresas e como elas podem ser úteis para você.

Conheça os principais tipos de CRM do mercado

Como dissemos, softwares de CRM são ferramentas que devem ser utilizadas pelas empresas a fim de entender melhor o seu público-alvo, definir o funil de venda, aumentar o número de negócios fechados e traçar estratégias mais acertadas, baseadas em informações sólidas. No entanto, há diversos tipos de CRM no mercado e é necessário analisar com cuidado antes de finalizar qualquer contratação. Separamos nos tópicos abaixo, os principais modelos que você deve conhecer.

CRM operacional

Vamos começar pelo CRM operacional cuja atuação é mais focada no planejamento e gestão de pedidos e produção. Esse tipo de software atua de duas maneiras: operações internas e externas, sendo que a primeira é responsável pelo gerenciamento das vendas, auxílio na definição de tarefas dos vendedores, acompanhamento do desempenho, medição de alcance de metas, comissão de vendas, acompanhamento de vendas, desenho de rotas de visitas, entre outras atividades que envolvem a equipe de vendas.

Já as operações externas dizem respeito a todos os pontos de contato com o cliente, como atendimento, suporte, setor de reclamações e resolução de problemas. Ou seja, o CRM operacional é bastante útil para criar e acompanhar canais de relacionamento com o público da empresa.

CRM colaborativo

A revolução tecnológica e o aumento da competitividade tem mostrado às empresas a crescente necessidade de integrar as equipes de modo a melhorar a produtividade e, consequentemente, a lucratividade. Nesse sentido, temos o CRM colaborativo que estimula a comunicação entre as áreas e o acesso dos dados em tempo real.

As informações geradas por meio dos processos implantados podem ser acessadas pelos mais diversos colaboradores e não ficam mais restrito apenas uma equipe. Assim, o marketing tem conhecimento em tempo real do impacto que suas ações estão causando para a equipe de vendas, por exemplo.

Além disso, os dados dos clientes também ficam disponíveis. Se o setor de atendimento receber uma reclamação, pode mais facilmente rastrear quem efetuou a venda e identificar um problema. O CRM também auxilia na realização de cotação tanto de vendas quanto de compras. A resolução de problemas tanto internos quanto externos são mais ágeis. Afinal, quanto mais se conhece do público, melhor é o atendimento e a criação de produtos ou serviços.

CRM analítico

O CRM analítico é voltado, como o próprio nome já indica, para analisar o banco de dados da empresa. Aqui, o software vai permitir não apenas a coleta dos dados, mas também a relação entre eles, para que possa se chegar a alguma conclusão. Para tanto, oferece diversos filtros e painéis de controle que auxiliam na criação de relatórios que são utilizados pelos gestores no momento de basear as suas estratégias.

Ou seja, esse tipo de CRM é capaz de comparar os resultados do negócio, fazendo uso de diversas métricas. Como o desempenho das vendas no mês de março durante os últimos cinco anos. Ou ainda, se houve aumento ou diminuição do lucro após alguma mudança de marketing. ´possível também segmentar os clientes e oferecer soluções customizadas.

E não podemos esquecer da qualificação de leads, em que a utilização de todos os dados que são coletados podem ser utilizados para medir o potencial de compra de cada cliente e, com isso, montar um funil de vendas mais completo. Em resumo, o CRM analítico é uma ótima escolha para as empresas que buscam melhorar a análise de comportamento não apenas do público-alvo, como também dos colaboradores e fornecedores.

CRM estratégico

Este tipo de CRM é o mais completo, uma vez que agrupa todas as características que já citamos. Logo, ele é capaz de fornecer informações de todos os níveis, desde o operacional até o estratégico, o que elimina a constante reclamação de que quem planeja e desenvolve, não conhece o trabalho prático, por exemplo.

Ao fazer uso do CRM estratégico, as equipes ampliam a capacidade de fazer previsões de vendas, ajustar processos internos que causam gargalo no atendimento, segmentar o público, criar ações de marketing, manter o follow up ativo das vendas, identificar falhas e oportunidades de negócio.

Não podemos esquecer também de facilidades, como o compartilhamento de agendas, registro de reuniões, cumprimento de metas, número de reclamações, entre outras facilidades do dia a dia, tudo com apenas uma plataforma.

Veja o que levar em consideração na hora de escolher o CRM ideal

Como vocês puderam perceber, o mercado conta com diversos tipos de CRM que se adequam a cada necessidade da sua empresa. Mas se você ainda não sabe quais elementos levar em consideração na equação do seu negócio, confira os nossos tópicos abaixo com algumas dicas.

Conheça as necessidades do seu negócio

O primeiro passo para escolher o melhor tipo de CRM é realizar uma análise cuidadosa das necessidades que a sua empresa tem no dia a dia. Junte as equipes e liste quais são as maiores dores de cada uma delas e onde eles identificam que há falhas e oportunidades. Falar com quem coloca a mão na massa todo dia é imprescindível para acertar na escolha e torná-la útil. Alguns outros pontos que também devem ser levantados são:

  • qual o porte da sua empresa;
  • qual a quantidade de funcionários;
  • qual a quantidade de fornecedores;
  • qual o sistema utilizado atualmente. Aqui é importante listar tudo que é utilizado para a organização e análise, inclusive planilhas de excel;
  • qual é o ciclo de vendas e se existe um processo estabelecido.

Fazer esse levantamento é essencial para mapear quais são os problemas que devem ser resolvidos e como cada tipo de CRM pode auxiliar a sua empresa nessa tarefa.

Conheça as funcionalidades dos softwares

Depois de entender quais são as necessidades da sua empresa, é importante conhecer as funcionalidades de cada CRM. Logo, avaliem questões práticas como as listadas a seguir:

  • a possibilidade de acessá-lo remotamente;
  • se o software é responsivo, ou seja, se tem uma versão mobile;
  • quais são as possibilidades de customizar as funcionalidades para ficar mais adequada a rotina das equipes;
  • a capacidade de armazenamento de dados;
  • a possibilidade de gerar relatórios.

Avalie o pós-venda

Esse texto é sobre relacionamento com o cliente, logo, não podíamos deixar de falar sobre a avaliação do pós-venda no momento da escolha do seu CRM. É importante que você pesquise sobre a empresa e veja qual é a avaliação dela. Levante pontos relacionados ao suporte e o oferecimento de treinamento para a equipe, a fim de que seus colaboradores possam explorar todas as funcionalidades do software escolhido.

A escolha do melhor tipos de CRM para o seu negócio, pode ser facilitada com a assessoria de uma empresa que entende do assunto, como é o caso da TTCA, que tem como foco soluções empresariais para pequenas e médias organizações.

Logo, se você está em busca da melhor solução para o seu negócio, entre em contato conosco e conheça mais sobre o Gluo CRM.