Gluo CRM

O que é gestão de leads? + 4 dicas para fazer em 2024

o-que-e-gestao-de-leads
Descubra o que é gestão de leads e aprenda como capturar, nutrir e converter leads com dicas práticas e ferramentas inovadoras.

Sumário

No mundo das vendas B2B, o sucesso muitas vezes está atrelado não apenas à capacidade de atrair, mas também à de realizar uma boa gestão de leads. 

Saber identificar, nutrir e converter leads qualificados é crucial para qualquer estratégia de vendas B2B.

Neste post, desvendaremos o conceito de gestão de leads B2B e mostraremos como uma abordagem eficaz pode ser a diferença entre fechar uma venda e perder uma oportunidade de negócio. 

Se você deseja impulsionar suas vendas e otimizar seu processo comercial, continue lendo e descubra os segredos por trás da gestão de leads B2B!

O que é gestão de leads?

Gestão de leads, em sua essência, é o processo de atrair, identificar, nutrir e qualificar potenciais clientes com o objetivo de convertê-los em oportunidades de vendas, para sua equipe comercial. 

Mas vamos nos aprofundar um pouco mais nessa definição.

Gestão de leads na teoria

A gestão de leads na teoria é uma estratégia que começa com a captação de informações sobre potenciais clientes que demonstram ou podem demonstrar algum interesse no seu produto, ou serviço. 

Esses leads podem vir de várias fontes, como marketing de conteúdo, prospecção ativa (outbound), publicidade ou indicações. 

A ideia é identificar esses potenciais clientes, classificá-los com base em critérios específicos (como quão “quentes” ou “frios” eles são) e, em seguida, direcionar os esforços de marketing e prospecção para movê-los ao longo do funil de vendas.

Gestão de leads na prática

Imagine que você tenha uma empresa que vende software de gestão empresarial. 

O seu lead pode ser uma empresa que visitou seu site, baixou um e-book sobre otimização de processos e preencheu um formulário de contato. 

Na teoria, este é um lead quente, uma vez que mostrou interesse ativo. 

Na prática, a gestão desse lead envolve: 

  1. Analisar as informações já coletadas;
  2. Direcionar contato para equipe de pré-vendas;
  3. Entrar em contato para entender cenário e necessidades específicas;
  4. Agregar valor à sua solução, para gerar interesse em marcar um próximo passo e, eventualmente, fechar uma venda.

Você pode se interessar por este blogpost 👉 Pipeline de Vendas: O Que É, Como Criar + DICAS

Quais as vantagens de fazer a gestão de vendas?

Você já sabe disso, mas em nosso mercado simplesmente atrair potenciais clientes não é o suficiente. 

É preciso entender, nutrir e guiar cada lead através de uma jornada que, idealmente, culmina em uma venda bem-sucedida. 

Mas por que tanto esforço na gestão de leads? Será que vale realmente a pena? 

A resposta é um grande “sim”, e as razões vão muito além da simples conversão. 

Exploraremos algumas das vantagens de uma boa gestão de leads:

Personalização do atendimento

A personalização do atendimento é diretamente influenciada pela gestão de leads. 

Isso porque ao conhecer profundamente cada lead – suas necessidades, desejos e comportamentos – é possível oferecer soluções e atendimentos tailor-made, ou seja, feitos sob medida. 

Este nível de personalização não apenas aumenta significativamente as chances de conversão, como também faz com que o cliente se sinta valorizado e compreendido. 

Em um mercado onde os consumidores estão cada vez mais exigentes, ser capaz de proporcionar uma experiência única e personalizada pode ser o diferencial que coloca sua empresa à frente da concorrência.

Isso é demonstrado na pesquisa realizada pela Epsilon, que constatou que 80% dos leads tendem a comprar de empresas com experiências personalizadas.

Otimização de recursos

A gestão eficaz de leads vai muito além de simplesmente identificar potenciais clientes.

Ela envolve classificá-los, segmentá-los e priorizá-los de acordo com seu potencial de conversão e estágio no funil de vendas. 

Esse processo de segmentação permite que as empresas direcionem seus esforços e recursos de maneira mais estratégica. 

Em vez de abordar todos os leads com a mesma intensidade, a empresa pode focar seus recursos nas oportunidades mais promissoras e, garantir um retorno sobre o investimento (ROI) mais alto. 

Além disso, evita o desperdício de tempo e recursos com leads menos qualificados para sua equipe comercial. 

A gestão de leads não apenas potencializa as chances de sucesso em vendas, mas também assegura que cada recurso investido seja utilizado da maneira mais eficiente possível.

Melhoria contínua

A gestão de leads é um processo dinâmico que envolve constante monitoramento, análise e ajuste dos processos. 

Ao avaliar o desempenho de diferentes estratégias e abordagens, é possível identificar o que funciona melhor e quais áreas necessitam de aprimoramento. 

Essa análise contínua leva a refinamentos nas táticas de atração, nutrição e conversão de leads, garantindo que a estratégia esteja sempre alinhada às mudanças do mercado e às necessidades dos clientes. 

Assim, a gestão de leads não só permite uma adaptação rápida, mas também garante uma evolução constante, elevando o padrão de atuação da empresa a cada ciclo.

Aumento da previsibilidade de vendas

Com uma gestão de leads bem estruturada, a empresa consegue mapear a jornada de seus potenciais clientes, identificando padrões e tendências em seus comportamentos. 

Isso facilita a previsão de quando um lead está pronto para a conversão ou quando é mais provável que avance para a próxima etapa do funil. 

Essa capacidade de antecipar ações e comportamentos se traduz em previsões de vendas mais precisas.

Isso permite que a empresa se prepare adequadamente, seja para atender o aumento na demanda ou para elaborar estratégias em períodos mais lentos.

Fortalecimento da marca

A gestão de leads não se trata apenas de conversões, mas também de construir relacionamentos sólidos e duradouros com os prospects. 

Ao acompanhar e guiar o lead durante o funil de vendas, se focando em atender suas necessidades, a empresa fortalece a imagem de uma marca forte e comprometida em ajudar o cliente. 

Além disso, manter um contato personalizado e atencioso gera confiança na sua solução, fazendo com que os clientes associem a marca a experiências positivas. 

No longo prazo, isso não só aumenta a fidelidade do cliente, mas também transforma clientes satisfeitos em embaixadores da marca, ampliando seu alcance e reputação no mercado.

Etapas da gestão de leads – funil de vendas

Vídeo: Funil de Vendas B2B: as 5 Etapas para um Funil de Sucesso!

A gestão de leads e o funil de vendas B2B estão intrinsecamente ligados. 

Ambos se concentram no processo de atrair potenciais clientes, guiá-los através de uma jornada de compra e, finalmente, convertê-los em clientes fiéis. 

A gestão de leads é a estratégia que alimenta esse funil, garantindo que cada etapa seja otimizada para atender às necessidades específicas dos leads B2B.

Para compreender melhor como esses dois conceitos se interligam, vamos explorar as etapas do funil de vendas B2B e como a gestão de leads desempenha um papel crucial em cada fase.

1. Atração (Topo do Funil – TOFU)

Nesta etapa, o objetivo é atrair o máximo de potenciais clientes possível. 

A gestão de leads entra em cena identificando e segmentando os leads mais relevantes para o seu negócio. 

Isso significa ter uma noção clara do seu ICP e personas, compreendendo as necessidades, desafios e interesses dos leads, para oferecer conteúdos e soluções mais relevantes. 

Atrair leads qualificados é fundamental para garantir que eles avancem para as próximas etapas do funil.

2. Consideração (Meio do Funil – MOFU)

Aqui, os leads já reconhecem que têm um problema ou necessidade. 

A gestão de leads foca em nutrir esses contatos, oferecendo informações mais aprofundadas e soluções específicas para suas demandas. 

Isso pode ser feito por meio de webinars, estudos de caso e demonstrações de produtos, sempre visando estreitar o relacionamento e posicionar a empresa como referência no assunto.

3. Decisão (Fundo do Funil – BOFU)

Neste estágio, os leads estão prontos para tomar uma decisão de compra. 

A gestão de leads garante que eles recebam todo o suporte necessário, seja através de atendimento personalizado, ofertas exclusivas ou provas sociais que validem a solução oferecida. 

A ideia é eliminar quaisquer barreiras ou objeções que possam impedir a conversão.

4. Fidelização (Pós-Venda)

A jornada não termina com a venda! 

A gestão de leads também envolve a retenção e fidelização dos clientes. Isso é crucial no cenário B2B, onde o ciclo de vendas é mais longo e o valor de vida do cliente (LTV) é alto. Ao continuar nutrindo e oferecendo valor para os clientes, você não só garante negócios repetidos, mas também aumenta as chances de eles se tornarem promotores da sua marca.

Você pode se interessar👉 Como fazer Pós Venda pelo Whatsapp + 20 Mensagens

4 dicas para otimizar a gestão de leads

Já sabemos que empresas B2B tem uma jornada de compra pode ser mais complexa e demorada. 

Por isso, otimizar cada etapa desse processo é crucial para garantir que você não apenas atraia os leads certos, mas também os converta em clientes leais. 

Abaixo, compartilhamos algumas dicas essenciais que podem fazer a diferença em sua estratégia de gestão de leads. 

Essas recomendações vão desde o profundo entendimento do lead até a adoção de ferramentas tecnológicas para facilitar a comunicação e o gerenciamento. 

Vamos a elas!

Você também pode se interessar👉 Gestão de Leads B2B: 13 dicas para otimizar conversão

Conhecer o processo de decisão do lead

Cada lead é uma empresa com suas próprias necessidades, desafios e processos internos. Por conta disso, você deve conhecer profundamente o perfil do seu cliente.

Compreender o processo de decisão de um lead é fundamental para se posicionar da maneira correta e oferecer soluções que realmente atendam às suas demandas. 

Ao conhecer profundamente este processo, você estará mais apto a antecipar necessidades, superar objeções e conduzir o lead de forma mais eficiente através do funil de vendas. 

Aqui estão os passos para mergulhar no processo de decisão do seu lead:

Entenda os seus problemas

Para se conectar verdadeiramente com seu lead, é essencial identificar e entender esses problemas. 

Isso envolve ouvir atentamente, fazer perguntas direcionadas e analisar dados disponíveis em plataformas como LinkedIn ou no próprio site da empresa. 

Quando você demonstra empatia e compreensão, estabelece uma relação de confiança que pode ser determinante no processo de venda.

Faça uma pesquisa profunda

Não basta apenas ouvir o que o lead diz; é vital ir além. Utilize ferramentas de pesquisa online, como Google e SEMrush, para coletar informações sobre a empresa, seus concorrentes e o mercado em que atua. 

Além disso, ferramentas de CRM, como Gluo CRM, podem oferecer insights valiosos sobre o histórico de interações com o lead, permitindo que você identifique padrões e oportunidades.

Decisão de compra

A decisão de compra em empresas B2B geralmente envolve vários tomadores de decisão. 

Por isso, é fundamental identificar quem são essas pessoas e entender seus critérios e motivações. 

Ferramentas de CRM são extremamente úteis nesse aspecto, pois permitem segmentar leads, acompanhar seu progresso no funil de vendas e identificar os principais influenciadores no processo de decisão.

O pós-venda

A jornada do cliente não termina com a venda!

É crucial continuar a engajar e oferecer suporte ao lead mesmo após a conversão. 

Um CRM bem estruturado pode ajudar a rastrear o nível de satisfação do cliente, identificar oportunidades para vendas adicionais e garantir que qualquer problema ou preocupação seja abordado prontamente.

Planeje o seu conteúdo de forma estratégica

Caso você não saiba ainda, o conteúdo não é apenas uma ferramenta de marketing, mas uma alavanca poderosa que pode conduzir leads através do funil de vendas. 

A chave para conduzir o lead é a relevância. 

Cada etapa do funil de vendas B2B apresenta características distintas: enquanto leads no topo do funil podem estar em busca de informações gerais, aqueles no meio ou na base podem estar avaliando soluções ou prestes a tomar uma decisão de compra.

Dada essa dinâmica, é fundamental que o conteúdo oferecido esteja alinhado com a etapa do funil em que o lead se encontra. 

Por exemplo, artigos informativos ou postagens de blog podem ser ideais para o topo do funil, enquanto webinars, demonstrações e estudos de caso podem ser mais adequados para leads mais avançados.

A personalização também desempenha um papel crucial neste processo. Um lead que se sente compreendido e cujas necessidades são atendidas por meio de conteúdo relevante é mais propenso a avançar no funil e, eventualmente, se converter em cliente.

Mas o trabalho não termina com a conversão. No ambiente B2B, é vital nutrir e manter o relacionamento com os clientes, mesmo após a venda. 

Conteúdos pós-venda, que agregam valor e ajudam os clientes a obter o máximo de sua solução, podem transformá-los em defensores da marca. 

Afinal, um cliente satisfeito não apenas retornará para mais negócios, mas também é mais provável que recomende sua empresa a outros.

Tenha uma comunicação personalizada

Uma comunicação personalizada é essencial para uma melhor gestão de leads. 

Entender e atender às necessidades específicas de cada lead aumenta as chances de conversão. 

Você pode utilizar ferramentas IA, como o Chat GPT, para rapidamente personalizar um e-mail ou mensagem, por exemplo. 

Porém caso queira automatizar essa tarefa, aconselho empregar o uso de um sistema 

de CRM.

O Gluo CRM, por exemplo, eleva essa personalização a outro nível! 

Com o uso de máscaras, é possível adaptar mensagens ao perfil do lead de forma prática. Além disso, a ferramenta permite enviar e-mails para listas segmentadas, adequando a comunicação ao cargo, segmento ou porte da empresa do lead, você que escolhe. 

Assim, o relacionamento é fortalecido, e o lead sente-se valorizado e compreendido, tudo em muito menos tempo

Utilize um CRM

Vídeo: Gluo CRM em 4 Minutos – 2022

Já vimos aqui o quão crucial para o processo de vendas a gestão de leads é. 

Aqui, entra o papel crucial de um CRM (Customer Relationship Management). 

Esta ferramenta não é apenas um banco de dados de contatos. Ela é uma solução completa que ajuda as empresas a gerenciar e analisar as interações com os leads e clientes.

Com um CRM, você pode acompanhar o histórico de cada lead, desde o primeiro contato até o fechamento da venda e além. Isso permite identificar padrões, otimizar estratégias e prever tendências. 

Sem contar que, um CRM como o Gluo facilita a segmentação de leads, permitindo uma abordagem mais direcionada e personalizada.

Perguntas frequentes (FAQ)

Qual a diferença entre geração de leads e gestão de leads?

A geração de leads envolve atração e captação de potenciais clientes para o seu negócio. Já a gestão de leads refere-se ao processo de acompanhamento, nutrição e conversão desses leads em clientes.

O que significa gestão de leads?

Gestão de leads é o processo pelo qual uma empresa acompanha, nutre e tenta converter leads – potenciais clientes que demonstraram interesse no seu produto ou serviço – em clientes efetivos.

O que é um CRM e por que é essencial para a gestão de leads?

CRM é uma ferramenta que ajuda empresas a gerenciar e analisar interações com leads e clientes. É essencial porque centraliza informações, facilita a segmentação e potencializa estratégias de vendas.

Como a tecnologia pode otimizar a gestão de leads?

A tecnologia, como a inteligência artificial e sistemas CRM, permite automação, análise de dados e personalização em escala, tornando a gestão de leads mais eficiente e precisa.

Que tal receber novidades sobre Vendas B2B e Gestão?

Cadastre-se em nossa Newsletter para receber novidades exclusivas, materiais ricos, ofertas e muito mais!

Receba dicas práticas

Preencha o formulário e receba dicas e conteúdos feitos para você vender mais.