Skip links

Veja por que e como fazer uma boa análise de concorrência

No passado, o sucesso de uma empresa era definido pela qualidade dos produtos ou pelos preços atraentes. Mas não podemos dizer o mesmo desde que a inovação tecnológica e o acesso rápido à informação transformaram o comportamento do consumidor.

Diante de uma infinidade de oportunidades, está cada vez mais complexo atrair o consumidor e convencê-lo a comprar em uma só empresa. Mas a adoção de algumas estratégias e uma análise de concorrência bem estruturada são fatores que ajudam a definir melhores metas de vendas e de fidelização do cliente.

Quer entender melhor como fazer uma análise de concorrência? Neste post, além de falar sobre a importância de se preocupar com as competições do mercado, vamos deixar dicas de como colocar em prática o plano de análise!

Análise de concorrência, por que fazer em meu negócio?

Sabe aquele potencial cliente que pesquisou o produto da sua empresa, se mostrou interessado pela proposta, mas fechou com o concorrente? Nasceu aí um enorme ponto de interrogação, principalmente, pela certeza de ter usado um bom argumento?

Esse é o momento em que a dúvida deve deixar o campo da sugestão e partir para uma investigação mais aprofundada sobre os motivos que levaram aquele lead bem nutrido a optar por outra empresa. É essencial, portanto, abrir uma análise de concorrência.

Ao avaliar as práticas dos concorrentes, você terá condições de também identificar o que pode ter falhado nos processos internos.

Você precisa entender se existem gargalos no processo de vendas, desde a primeira visita do potencial cliente até o momento em que ele diz sim para a sua empresa. As etapas de conversão de um visitante em lead e, na sequência, em cliente, são complexas e demandam um tempo de nutrição.

Por que devo fazer análise de concorrência no meu negócio?

Para cada consumidor que entrar em contato com a sua empresa haverá uma expectativa diferente sobre a solução que ele procura. É a hora de utilizar os conceitos da qualificação de leads para criar uma aproximação e oferecer uma experiência diferenciada, antes que a concorrência faça isso no seu lugar.

Se já não é fácil gerir uma empresa e manter a motivação da equipe, não deixe que a concorrência seja um obstáculo para o seu negócio. Analisar o mercado estimula alguns aspectos tão necessários quanto o próprio sucesso de vendas. Veja!

Manter a competitividade

Sem a competitividade, o risco de a gestão e todo o time se permitirem cair em uma zona de conforto é grande. Isso pode comprometer seriamente o negócio, quando um concorrente de peso chegar no mercado.

É saudável se sentir incomodado para não perder a essência de lutar diariamente para manter o padrão de excelência dos produtos e serviços. Também, da produtividade e do engajamento dos profissionais que trabalham na sua empresa.

Encontrar diferenciais

A concorrência obriga à busca por diferenciais, ou seja, você e toda a equipe deverão encontrar meios de mostrar ao futuro cliente que a sua empresa é a melhor, pois oferece bem mais do que qualquer concorrente. Uma boa análise vai ajudar sua empresa a melhorar as técnicas de vendas.

Aprender sobre o mercado

Uma estratégia leva à outra e, por isso, a atração do cliente e a oferta de diferenciais só é possível se você conhecer a fundo o mercado em que seu negócio está inserido. As nuances e oscilações mercadológicas dão uma real dimensão das possibilidades do negócio para todas as empresas de um mesmo segmento.

Contudo, se você se mantiver sempre um passo à frente dos concorrentes, é provável que sua empresa seja a primeira a investir em algo ainda não disponibilizado no mercado e isso se tornará uma vantagem competitiva.

Como colocar a análise de concorrência em prática?

A empresa que depende de vendas não tem tempo a perder. É fundamental definir alguns critérios para evitar a redundância ou o retrabalho, além do prejuízo e do sentimento de frustração pela “quase venda”.

Algumas etapas devem ser construídas, estruturadas e contínuas. Caso contrário, não surtirão o efeito desejado e as estratégias implementadas não trarão o devido resultado. Vamos construir juntos o entendimento e percepção do passo a passo que você deve seguir para uma boa análise!

Definir concorrentes

Existem os concorrentes diretos e os indiretos. Por isso, será importante você definir quem são, de verdade, aqueles que afetam diretamente o seu negócio. Relacione todas as empresas que oferecem o mesmo que você ou que tenham alguma similaridade.

Feito isso, filtre aqueles que efetivamente podem abalar o seu negócio e procure compreender suas práticas e o que faz com que levem a melhor na disputa pela atenção e pela preferência de um mesmo público-alvo.

Ter parâmetros para analisar

Você não vai conseguir uma avaliação confiável se não definir o que deseja verificar. Estabeleça uma linha de análise, considerando as informações reais, originárias de uma observação específica, ou a contratação de uma empresa especializada em pesquisas.

Utiliza métodos que permitam acompanhar diariamente as interações no mercado, entre as empresas concorrentes, e quais são as táticas de envolvimento do consumidor. Também, de convencimento no final do processo de vendas.

Considerar o público-alvo

Com grande presença nas redes sociais, o público-alvo deve interessar e muito, às suas definições de análise de concorrência. Nelas, o diálogo com o consumidor é mais eficiente, direto e rápido.

Considerando que as vendas já não acontecem mais por imposição de uma propaganda, e sim, pela decisão do consumidor, o público-alvo será determinante na análise comparativa do seu negócio com o concorrente.

Usar ferramentas adequadas

Algumas ferramentas são excelentes para ajudar no processo de análise da concorrência, sobretudo, pela continuidade que oferecem. Ou seja, os dados não serão perdidos e você terá condições de analisar por períodos.

Google Alerts

 Uma ferramenta da gigante das buscas que permite a criação de alertas. Nela, você vai ter acesso a tudo que se refere aos seus clientes, desde que sejam conteúdos públicos na internet.

Você receberá, diretamente no e-mail cadastrado, todas as informações correspondentes aos termos determinados para o alerta. Toda publicação que contiver notícias, reclamações, recomendações, citações, entre outros, chegará até você para análise.

Clipping de notícias

Mesmo que o ambiente virtual seja a principal fonte de geração de conteúdo e informação, outros canais também podem oferecer as informações de que você precisa para analisar a concorrência.

A opção por clipping de notícias traz até você tudo que for veiculado sobre a sua marca e dos seus concorrentes em jornais, revistas, rádio e televisão. Mesmo em menor escala, são canais ainda com um forte apelo para determinados públicos.

SEMRush

Se você tem uma empresa conectada virtualmente e integrada às estratégias de marketing digital, a SEMRush é uma excelente ferramenta para gerar insights de SEO (otimização da palavra-chave em buscadores) dos seus concorrentes.

Utilizando esse recurso, você vai detalhar dados e informações sobre as publicações da concorrência e comparar com as da sua empresa.

Não se esqueça de que a análise de concorrência deve ser recorrente para evitar surpresas ou dificuldades de tomar providências em tempo hábil para reverter um determinado quadro. Quem deseja superar os concorrentes deve estar sempre alerta.

Se você gostou deste post e se preocupa em ter uma empresa diferenciada e com capacidade para oferecer uma boa experiência, leia agora mesmo sobre a satisfação do cliente e como encantá-lo!