fbpx
Skip links

Glossário de Marketing e TI: 33 termos indispensáveis

Para ajudar nossos leitores a compreender melhor os termos utilizados nos posts publicados em nosso Blog, destacamos em forma de glossário, termos comumente utilizados nas áreas de TI e Marketing:

Alimentador RSS: 

A sigla RSS refere-se aos recursos que permitem aos responsáveis por sites e blogs divulguem notícias ou novidades aos seus seguidores.  O link e o resumo de determinada notícia (ou até mesmo ela na íntegra) é armazenado em um arquivo de extensão, que é compartilhável.

B2B:

Business to Business. É a sigla para definir transações comerciais entre empresas. É um ambiente (e-commerce) onde uma empresa (indústria, distribuidora ou revenda) comercializa seus produtos para outras empresas. A atividade pode ser de revenda, transformação ou consumo.

B2C:

Business to Commerce. Também conhecido como Business to Consumer ou Business to Customer. É a sigla que define a transação comercial entre a empresa (indústria, distribuidor ou revenda) e o consumidor final através de uma plataforma de e-commerce. A atividade aqui é exclusivamente de consumo.

Backup de dados: 

É a rotina de segurança utilizada para a armazenagem de toda ou parte das informações existentes nos discos rígidos ou na rede. Pode ser realizada em mídia removível, discos rígidos ou em Nuvem.

BI – Business Intelligence:

Um sistema de negócios que inclua uma estrutura de busca efetiva e acessível, acurada, em tempo real, com métricas de negócio e relatórios que permitam aos líderes das áreas de negócio se manterem informados para tomar decisões. Com o objetivo de otimizar a performance corporativa.” Por, Tom Davenport, professor de gestão e TI 

CEO – Chief Executive Officer: 

Diretor Executivo. É o cargo que está no topo da hierarquia operacional de uma empresa. Ele possui a responsabilidade de executar as diretrizes propostas pelo Conselho de Administração, que por sua vez é composto por representantes dos acionistas da empresa. [Wikipédia]

CFO – Chief Finantial Officer:

Chefe do Setor Financeiro ou Diretor Financeiro é o responsável pela administração dos riscos financeiros de um negócio. Esse executivo é também responsável pelo planeamento financeiro da empresa. [Wikipédia]

Churn:

Termo que descreve a deslealdade ou a falta de fidelidade dos clientes. Uma taxa de c h u rn alta indica alta deslealdade dos clientes.

Cold Call: 

Um telefonema ou visita feita a alguém que não sabe ou não está esperando contato, muitas vezes, a fim de vender alguma coisa.

CRM Analítico:

Permite identificar e acompanhar diferentes tipos de clientes dentro da carteira de clientes de uma empresa, determinar qual estratégia seguir para atender as diferentes necessidades dos clientes identificados. Normalmente utiliza recursos de data mining para localizar os padrões de diferenciação entre os clientes.

CRM Colaborativo:

É a aplicação da tecnologia de informação que permite a automação e a integração entre todos os pontos de contato do cliente com a empresa. Esses pontos de contato devem estar preparados para interagir com o cliente e disseminar as informações levantadas para os sistemas do CRM Operacional.

CRM Operacional:

É a aplicação da tecnologia de informação para melhorar a eficiência do relacionamento entre clientes e a empresa. Estão entre os produtos de CRM operacional as aplicações de automação de força de vendas (SFA), automação de canais de venda (SCA), sistemas de e-commerce e call centers.

Cross-selling [Venda Cruzada]:

É uma técnica de vendas na qual um vendedor tenta vender aos seus atuais clientes, outros produtos e serviços para além daqueles que originalmente levou à relação de clientela.

Customer Relationship Management [CRM]:

O Gartner Group define CRM como uma estratégia de negócios voltada para otimizar a lucratividade, vendas e satisfação dos clientes, através da organização da empresa em torno de segmentos de clientes, da adoção de comportamentos voltados para satisfação dos clientes e da implementação de processos e tecnologias.

Criptografia de dados SSL: 

Secure Sockets Layer. A sigla SSL refere-se a um método de segurança das transações efetuadas via Internet, onde os dados trafegam de forma criptografada.

Datacenter:

É um ambiente projetado para abrigar servidores e outros componentes como sistemas de armazenamento de dados (Storages) e ativos de rede (Switches e roteadores). O objetivo principal de um Datacenter é garantir a disponibilidade de equipamentos que processem sistemas indispensáveis para a organização de um negócio, tal como um ERP ou CRM.

DW – Data Warehouse:

“É utilizado para armazenar informações relativas às atividades de uma organização de forma consolidada. Possibilita a análise de grandes volumes de dados, que são coletados a partir de sistemas transacionais (OLTP – Online Transaction Processing). É um Banco de dados organizado para dar suporte à tomada de decisões estratégicas da empresa.”

EAI – Enterprise Application Integration:

É uma referência aos meios computacionais e aos princípios de arquitetura de sistemas utilizados no processo de Integração de Aplicações Corporativas. Os procedimentos e ferramentas de EAI viabilizam a interação entre sistemas corporativos heterogêneos por meio da utlização de serviços. [Wikipédia]

E-commerce:

É uma modalidade de comércio que realiza suas transações financeiras por meio de dispositivos e plataformas eletrônicas, como computadores e celulares. Um exemplo deste tipo de comércio é comprar ou vender produtos através de lojas virtuais.

ERP:

Do inglês, Enterprise Resource Planning. Significa Planejamento dos Recursos da Empresa ou Sistema de Gestão Empresarial. É uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa possibilitando a automação e armazenamento de todas as informações de negócios.

Helpdesk:

Literalmente “balcão de ajuda” designa o serviço de apoio a usuários para suporte e resolução de problemas técnicos, informática, telefonia e tecnologias de informação, ou pré e pós vendas. Este apoio pode ser tanto dentro de uma empresa (profissionais que cuidam da manutenção de equipamentos e instalações dentro da empresa), quanto externamente por meio de um Call Center.

Inbound Marketing:

Ou Marketing de Atração é uma forma de publicidade na qual uma empresa se promove através de blogs, podcasts, vídeo, e-Books, newsletters, whitepapers, SEO e outras formas de marketing de conteúdo.

Se diferencia dos métodos tradicionais para conseguir atrair a atenção de potenciais clientes. Consiste em focar em melhorar seu negócio e não correr atrás de clientes.

Uma estratégia de Inbound Marketing tem as seguintes fases: 1° Atrair tráfego; 2° Converter visitantes em leads; 3° Converter Leads em vendas; 4° Transformar clientes em clientes fidelizados e aumentar suas margens e 5° Analises para melhoria contínua.

Lead: 

É um termo bastante importante em Marketing Digital. Um Lead é basicamente um contato novo que a empresa recebe. Estabelecer um número esperado de Leads como forma de avaliar o retorno de determinado investimento em Marketing é uma metodologia muito utilizada em empresas modernas.

Lead Management: 

Refere-se o primeiro contato com o potencial cliente até o momento efetivo da compra. Inclui os seguintes momentos:

1° A tomada de conhecimento sobre o os produtos/serviços oferecidos e princípios de determinada marca.

2° O reconhecimento da necessidade.

3° A demonstração do interesse por uma solução.

4° A comparação e avaliação das alternativas

5° A realização oficial da compra.

Outbound Marketing: 

É uma forma tradicional de marketing, onde a empresa inicia contato com o Cliente através do envio de mensagens dirigidas a sua audiência. Exemplos de Outbound Marketing: Cold Call, E-mails em massa, Feiras de Negócios, Comerciais de TV, Anúncios em Rádio, Anúncios em jornais, revistas, folhetos, catálogos etc.

Pipeline: 

É uma ferramenta que tem como objetivo final aumentar as vendas, sendo muito útil para o planejamento comercial. O objetivo do uso do é ajudar o vendedor a gerenciar suas oportunidades de vendas, diante de cada etapa do funil, alimentando-as com informações relevantes obtidas durante suas interações com o cliente.

Conforme as oportunidades vão sendo nutridas de informações elas caminham pelo Pipeline, passando da fase de atração/prospecção até o fechamento da venda.

Prospect: 

Um prospect é um cliente potencial ou um lead que foi qualificado com base em determinados critérios, por exemplo: mercado-alvo, poder de decisão de compra e ser um tomador de decisão chave. Para tornar-se um prospect, o interesse em um produto ou serviço ofertado não é sempre necessário.

SCM:

Do inglês, Supply Chain Management ou Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos é uma ferramenta que, utilizando a Tecnologia da Informação (TI) possibilita à empresa gerenciar a cadeia de suprimentos com maior eficácia e eficiência.

Telemarketing: 

O telemarketing é uma forma de comunicação planejada e padronizada entre uma organização e seus clientes e público de interesse em geral.

Se valendo da aplicação integrada de tecnologias das telecomunicações e tecnologias da informação, o telemarketing tem como propósito otimizar o mix de comunicação de marketing das empresas.

Televendas: 

É uma modalidade de operação muito utilizada no segmento B2C e B2B e altamente eficaz para oferecer produtos e serviços que podem ser vendidos por telefone.

Up-selling:

É uma técnica de vendas na qual um vendedor tenta levar o cliente a comprar bens mais caros, superiores, extras e outras opções de forma a produzir uma venda mais rentável.

Webform: 

São formulários gerados a partir de aplicações Web que, a exemplo do Gluo CRM, uma vez instalados em uma página na Internet, permitem capturar dados e informações fornecidas através dos mesmos.

Normalmente os Webforms são utilizados para a captura de novos Leads e transferência automática de seus dados para o CRM.

Workflow Software: 

É um serviço que reúne um conjunto de ferramentas para a automação de fluxos de trabalho. Integra os departamentos envolvidos em processos com vários documentos, permite o correto andamento dos processos e o seu acompanhamento.

É ideal para empresas que desejam aperfeiçoar o seu fluxo de trabalho, aumentando a produtividade e reduzindo custos.